História alternativa Wiki
Advertisement
Carlos Augusto
Linha do tempo: Universo 26
Carlos Augusto (Universo 26)
Augusto em 2022

Primeiro-Ministro da Nova Portuguesa
Atualmente no cargo
Desde 20 de março de 2018
Monarca Henrique II
Antecessor José Antônio Seguro

Governador de Yukon
10 de março de 2007 - 7 de fevereiro de 2015
Antecessor Pedro Lucas
Sucessor Fábio Costa

Líder da Oposição
10 de dezembro de 2015 - 20 de março de 2018
Primeiro-ministro   José Antônio Seguro
Antecessor Rui Pena
Sucessor José Antônio Seguro

Líder do Partido Liberal
Atualmente no cargo
Desde 18 de março de 2016
Antecessor Rui Pena

Prefeito de Cerra Nevada
10 de março de 1999 - 10 de março de 2007
Antecessor Marcos Antônio
Sucessor Carlos Wisley

Deputado da Casa dos Representantes
por Yukon
Atualmente no cargo
Desde 20 de maio de 2015

Informação pessoal
Nascimento 30 de outubro de 1974 (59 anos)
Cerra Nevada, Yukon, Nova Portuguesa
Partido PL (1993-)
Religião Ateu
Cônjuge Emma Augusto (1999-2005)
Sabrina Augusto (2008-)
Filhos 1

Carlos Augusto Santos (Cerra Nevada, 30 de outubro de 1974) é um advogado e político norte-português e atual primeiro-ministro da Nova Portuguesa desde 2018. De 2007 a 2015, foi governador-geral da sua província de Yukon, deixando quando se candidatou-se para líder do Partido Liberal (PL), vencendo com 56% contra Justin Junior.

Augusto nasceu em Yukon, sendo filho do ex-govenrnador, Raimundo Cleber (1945-). Concorreu para o cargo de prefeito em sua cidade natal em 1999, vencendo e sendo o mais jovem da história da sua cidade e província. Deixou em 2007, quando decidiu concorrer ao governo de Yukon, vencendo por 41,2% dos votos e obtendo uma maioria na assembleia local da província. Se reelegeu em 2011 com uma enorme resultado de 69,9%, fortalecendo muito a influência liberal na província que não tinha esse nível antes. Com uma alta popularidade e a renúncia de Vinícius Santos, Augusto acabou concorrendo a liderança do partido (quando já havia sido eleito parlamentar), mais uma vez conseguindo vencer e se tornando assim líder do PL. Como líder, aumentou muito a influência e a popularidade do PL, fazendo com que o partido social-democrata, Partido iniciativa Popular (PIP), quase que desaparecesse da política e que o PL dominasse a esquerda norte-proviniense, coisa que aconteceu nos resultados das eleições de 2018. Augusto conseguiu formar uma coalizão com os verdes e acabou sendo nomeado como primeiro-ministro da Nova Portuguesa. Nas eleições de 2022, o partido de Augusto conseguiu obter uma maioria absoluta na Câmara, fazendo com que o PL não necessitasse mais de uma coalizão com os verdes que haviam rompido a coalizão desde 2019.

Augusto implementou várias políticas liberais e progressistas, passando uma boa parte dessas leis por meio de referendos ou/e referendos, algo bem característico em seu governo. Liberalizou em 2019 a maconha e a eutanásia, algo relativamente controverso por muitos norte-portugueses. Deu bastante autonomia para terras de povos nativos com a ''Lei Indígena'' de 2021. Com o objetivo de incentivar a economia de seu país, Augusto iniciou a política do ''Nova Portuguesa de acolhe'', onde o governo inceptiva a imigração, baixando de forma internacional 88% do preço das viagens internacionais para a Nova Portuguesa, na qual facilitava muito a vinda de estrangeiros não-americanos para o país. Externamente, Augusto ficou conhecido por ser o mais não-intervenção dentro da OTA, se recusando a mandar um soldado para Mianmar apesar de achar a invasão ''relativamente necessária''.

Advertisement