Conselho de Ministros do Império do Brasil, também referido comumente como Governo do Império ou Governo de Sua Majestada, é órgão do Poder Executivo brasileiro, sendo exercido pelo Primeiro-ministro do Império, em concordância com seus Ministros de Estado.

No Direito constitucional brasileiro, a autoridade executiva pertence, teoricamente, ao monarca e é exercida através dos ministros, reunidos no Gabinete do Império, ou seja, para formar o Governo de Sua Majestade, sob responsabilidade do Presidente do Conselho de Ministros. Embora o Poder Executivo do Brasil esteja nas mãos do Conselho, ele é subordinado ao Poder Moderador, que é exercido pelo Imperador.

Após a nomeação do Primeiro-ministro, este precisa organizar um governo para administrar a nação em nome de Sua Majestade. Para tanto, o monarca indica como Primeiro-ministro o líder do partido com maioria absoluta na Câmara dos Representantes, ou o líder do maior partido de uma coalizão - caso seja formado um governo de coalizão -, para que se obtenha o apoio necessário para a governabilidade.

O Conselho é o mais alto órgão administrativo do país, de acordo com a Constituição, cabendo a ele também, além de auxiliar ao Primeiro-ministro na direção do governo, auxiliar o imperador nos assuntos de Estado, sendo, portanto, o Conselho de Ministros um órgão integrante do Conselho de Estado do Império do Brasil.

A duração de um governo depende do respaldo que possuí diante do Parlamento do Império, além do apoio do imperador. Se o Parlamento se incompatibilizasse com o gabinete, cabe ao imperador pedir a imediata substituição do Conselho de Ministros por outros nomes, que obtenham apoio da maioria e da oposição. Caso persista a crise interna no Parlamento, o Governo dependerá de um "de voto fiducia", o voto de confiança, onde o Parlamento julgará se permanecerá ou não apoiando o Governo. Caso o Parlamento deixe de prestar apoio, restam duas opções, ambas atribuições do monarca: dissolver o Parlamento e convocar novas Eleições Gerais ou dissolver o Conselho de Ministros e exigir do Primeiro-ministro uma nova nomeação.

Presidente do Conselho de Ministros[editar | editar código-fonte]

Presidente do Conselho de Ministros do Império do Brasil, informalmente, Primeiro-ministro do Brasil é o Chefe de Governo e líder do Poder Executivo do Império do Brasil. Segundo a Constituição Imperial, o poder de administração geral do país, isto é, o Executivo, é de responsabilidade do Primeiro-ministro, embora simbolicamente, pertença ao monarca. 

O Primeiro-ministro é nomeado pelo Imperador, que delega o líder do partido com a maioria absoluta de assentos na Câmara dos Representantes, mediante as Eleições Gerais. Quando nenhum partido alcança a maioria absoluta de assentos, isto é, 322 dos 642 assentos da Câmara dos Representantes, ocorre a formação do chamado "Governo de Coalizão", no qual mais de um partido irá compor o bloco do "Governo" na Câmara. Nesse caso, a coalizão vencedora será aquela de juntar a maioria absoluta dos assentos da Câmara, cujo líder do maior partido da coalizão será nomeado como Primeiro-ministro.

O imperador se reúne semanalmente com o Primeiro-ministro para discutir os assuntos do governo.

Atualmente, o Primeiro-ministro do Império do Brasil é o advogado e professor Fernando Bochi de Arruda, líder do Partido Trabalhista e ocupante do cargo desde 2017

Ministros do Gabinete do Império do Brasil[editar | editar código-fonte]

Os Ministérios do Governo de Sua Majestade são as principais unidades por meio das quais são exercidas autoridades administrativas. Os Ministérios são chefiados por Ministros de Estado, que não são, necessariamente, membros do Parlamento. Cada ministério é responsável por uma área específica e o titular da pasta é escolhido pelo Primeiro-ministro.

Existem também vários secretárias e órgãos com status ministerial que são diretamente ligados ao governo ou ao gabinete do Primeiro-ministro, possuindo assim o direito de participar das decisões do governo assentados ao Conselho de Ministros, e em certos casos ao Conselho de Estado.

Os Ministérios elaboram normas, acompanham e avaliam os programas do Governo, formulam e implementam as políticas para os setores que representam. São encarregados, ainda, de estabelecer estratégias, diretrizes e prioridades na aplicação dos recursos públicos.

Atuais pastas[editar | editar código-fonte]

Nome do Ministério Atual Ministro Retrato Data de nomeação

Ministério da

Economia, Comércio e Indústria

Hélio Beltrão
Helio.jpg
23 de fevereiro de 2017

Ministério da

Agricultura, Pecuária e Abastecimento

João Rodrigues de Souza
1065066-prodlibe.jpg
23 de fevereiro de 2017

Ministério da

Ciência e Tecnologia

Miguel Nicolelis
Nicolelis-1.jpg
18 de março de 2018

Ministério da

Defesa

Raul Botelho
DsoPddgWsAEINAG.jpg
28 de abril de 2019

Ministério da

Saúde

David Uip
DAVID-3.jpg
11 de agosto de 2019

Ministério do

Meio Ambiente

Aspásia Camargo
ArNlxDul 400x400.jpg
24 de fevereiro de 2017

Ministério do

Interior

Paulo Skaf
Paulo-skaf-abre.jpg
9 de junho de 2018

Ministério de

Minas e Energia

Luiz Pinguelli Rosa
Unnamed11.jpg
24 de fevereiro de 2017

Ministério do

Turismo

David Neeleman
T1210NeelemanHotSeat c.jpg
25 de fevereiro de 2017

Ministério da

Mulher

Tabata Amaral
Tabata Amaral em abril de 2019 (recorte).jpg
23 de fevereiro de 2017

Ministério da

Cultura

Roberto Canado Jr.
Capture-d’écran-2013-05-17-à-18.32.31.png
24 de fevereiro de 2017

Ministério do

Trabalho e Previdência Social

Andrea Matarazzo
Andrea-Matarazzo.jpeg
23 de fevereiro de 2017

Ministério das

Relações Internacionais

Regina Dunlop
Regina Maria Cordeiro Dunlop (cropped).jpg
23 de fevereiro de 2017

Ministério da

Infraestrutura

Vahan Agopyan
Vahan-agopyan.jpg
16 de outubro de 2018

Ministério da

Educação

Marcelo Knobel
O físico Marcelo Knobel.jpg
20 de janeiro de 2018

Ministério das

Comunicações

Douglas Tavolaro
Cnnbrasildouglastavolaro3.jpg
2 de maio de 2019

Ministério da

Cidadania e Direitos Humanos

Ailton Krenak
01412 gg.jpg
23 de fevereiro de 2017

Ministério da

Justiça

Ricardo Lewandowski
Ricardo Lewandowski em novembro de 2016 (recorte).jpg
19 de setembro de 2018

Secretarias[editar | editar código-fonte]

Além dos Ministérios, existem também Secretarias, as quais não são, na prática, um Ministério mas possuem poder e influência de um. Essas secretarias comandam áreas mais específicas do Governo Imperial, e geralmente estão conectadas ao Gabinete do Império, ou à própria Casa Imperial. 

No caso das Secretarias a indicação de seu líder, chamado de Secretário-Geral, é feita pelo Primeiro-ministro, mas precisa da aprovação do Imperador para ser validada.

As Secretarias do Impéio do Brasil são:


Nome da Secretaria Atual Secretário-Geral Retrato Data da Nomeação

Secretaria-Geral do

Império do Brasil

Álvaro Dias
Alvaro Dias.jpg
23 de fevereiro de 2017

Secretaria-Geral da

Casa Imperial

Hon. Condessa de Valença
Condessa.jpg
18 de agosto de 2016

Secretaria do

Parlamento

Marcel Van Hatten
Marcel-van-hattem-550x550.png
23 de fevereiro de 2017

Secretaria de

Títulos Noblierárquicos, Heráldica e Cavalaria

Hon. Conde de Paraná
Conde de Paraná.jpg
14 de janeiro de 2017
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.