FANDOM


Essa civilização alternativa tem pontos de convergencia com o Brasil Alterno, de minha autoria, mas faz parte de outra história. Me perdoe por quaiquers erros e falhas, e agora pode ler e obrigado por fazê-lo.



No passado nasce no meio tupi-guarani antigo um varão, que se torna orfão cedo e é criado pelo meio-irmão mais velho, o novo cacique da tribo. Ele se fere numa batalha vencida e depois morre em decorrencia delas, deixando seu meio-irmão aos cuidados do tio pajé.

Seu tio pajé morreu quando ele tinha 17 anos, com ele depois tendo segundo a tradição tendo uma experiencia sobrenatural e mudando o nome para Aimbé. Ele desenvolve seu pensamento filosófico, focado na busca do sentido da vida e o lugar do homem no universo.

Aimbé vive até aproximadamente 70 anos, juntando vários discipulos, seguidores e admiradores em diversas tribos, e por sua sabedoria e posição de sacerdote xamãnico, sendo visto como um tipo de sábio ou profeta.



ENSINAMENTOS AIMBEI´STAS Editar

Seus discipulos mantiveram seus ensinamentos e terntaram preservar seus ensinamentos na tradição. Assim a dialética e filosofia eram estudadas obrigatoriamente, e os ensinos aimbei´stas eram inquestionáveis, podendo-se somente discutir-se em cima deles os pontos em aberto.

Ele ensinava que Tupã emanava Nhavanderuçu, um tipo de força ou energia cósmica, que por sua vez gerava Jasuka, da qual Tupã criava e moldava o universo, visto como eterno e ciclico e um extensão de Tupã.

Assim o universo seria formado pelos Tres Elementos, que eram o Físico, Mental e Espiritual. O homem seria um animal, e após a morte criam que a alma e o espirito descia ao submundo e era aniquilada, visto como um castigo pelas maldades humanas. Assim eles buscavam se tornar deuses com base em revelaçoes esotéricas de Aimbé, e evitar o julgamento.

Eles criam que viver era uma dádiva, e buscavam o sentido da vida, que segundo o aimbeísmo era exatamente justificar a existencia.

Assim eles buscavam seguir as Seis Leis Sagradas, que eram: a honra, o auto aperfeiçoamento, a espiritualidade, a virtude, a sabedoria, e a devoção.

Com isso sua espiritualidade incluia meditação, ritualistica, cremação, penitencias e busca de atingir a perfeição. Além disso o conhecimento esotérico era buscado pelos Pajés (que tinham o papel de médiuns, e segundo eles nasciam com o dom da mediunidade).

Também o Cacique era eleito e podia renunciar ou ser retirado do poder por voto dos homens casados e viúvos. E todos homens e mulheres aprendiam filosofia desde crianças, com as mulheres sendo responsaveis por aprender e ensinar a tradição aos filhos, e os homens á executá-la.

E Aimbé rejeitava a antropofagia, chegando ao ponto de defender o vegetarianismo como mais humanizado, e assim  seus seguidores desenvolveram a agricultura e o sedentarismo, além de não realizarem sacrificios humanos e não matarem bebes defeituosos.

Essas caracteristicas os tornavam unicos, mas logo ao se unir com a tradiçaõ embora os fez desenvolver um senso filosofico atrelado á religião, também os levou á se sentirem superiores em relação á outras etnias.



Isso os levou a desenvolver o sedentarismo gradualmente, e  desenvolvem ideogramas e hieroglifos para registrar a tradição por escrito. Assim baseados nos ensinos filosoficos aimbeístas, eles desenvolveram ensinos filosoficos e cientificos novos, com eles assim desenvolvendo sua civilização ainda mais por valorizar o conhecimento acumulado e a honra (incluia a guerra no seu código de conduta) eles prosperaram e se expandiram.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.