História alternativa Wiki
Advertisement
Eleição Presidencial de 1990 no Brasil
  1985 ←  → 1994
7 de outubro de 1990 (primeiro turno)
28 de outubro de 1990 (segundo turno)
Itamar-franco-1397160501381 943x1421 Lula
Candidato Itamar Franco Luiz Inácio Lula da Silva
Partido PROG PSDB
Companheiro de chapa Fernando Collor de Melo
Vencedor em 23+DF 3
Votos 50,983,615 42,995,277
Porcentagem 53.20% 46.97%

A eleição presidencial de 1990 no Brasil foi realizada em dois turnos. A primeira decorreu a 7 de Outubro e a segunda a 28 de Outubro de 1990, ambas aos domingos. Foi a primeira eleição presidencial do país após a promulgação da Constituição Federal de 1988. Os principais candidatos à presidência foram: o centrista Itamar Franco (Progressistas), o socialista Luís Inácio Lula da Silva (Partido da Social Democracia Brasileira) e o nacionalista Enéas Carneiro (Partido Patriota).

Contexto Histórico[]

Em 26 de outubro de 1986, Tancredo Neves venceu a eleição para presidente do Brasil no Colégio Eleitoral, encerrando o Governo Militar do Brasil. No entanto, Tancredo morreu, e quem assumiu o cargo foi seu vice-presidente, José Sarney. Havia dúvidas constitucionais se seria Sarney ou o então presidente da Câmara dos Deputados, Ulysses Guimarães, quem deveria assumir o cargo; o apoio do general Leônidas Pires Gonçalves, nomeado por Tancredo Ministro do Exército, foi decisivo para a concretização da posse de Sarney.

No entanto, conforme prometido, o governo Sarney redemocratizou o país e, em 1987, foram realizadas eleições para formar a Assembleia Nacional Constituinte, que promulgou uma nova constituição em 5 de outubro de 1988. A constituição previa eleições diretas para presidente dois anos depois.

Conter o aumento da inflação, legado do Governo Militar do Brasil, foi outro desafio a ser enfrentado pelo governo José Sarney. Para tanto, foram realizados sucessivos programas econômicos que não resolveram o problema da inflação, pelo contrário, agravaram ainda mais a crise inflacionária do país.

O consumidor também foi estimulado a controlar os preços. Os chamados “fiscais Sarney” denunciaram ao governo os estabelecimentos que não cumpriam os preços indicados para os produtos, de modo que os produtos começaram a desaparecer dos mercados e a inflação continuou subindo.

Como os demais planos, ambos não alcançaram os resultados pretendidos. Outras medidas importantes do governo Sarney foram a criação do Ministério da Cultura, a retomada das relações diplomáticas com Cuba e a entrada no Mercosul.

A Internet chegou ao Brasil em 1988 por decisão inicial da sociedade de universitários e professores de São Paulo (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, liderada por Oscar Sala) e do Rio de Janeiro (Universidade Federal do Rio de Janeiro e Laboratório Nacional para Computação Científica). Porém, somente a partir de 1996, no governo Enéas, a Internet brasileira terá backbones próprios inaugurados por provedores comerciais, dando início ao desenvolvimento dessa rede de telecomunicações.

Portanto, agora é o ano das eleições presidenciais. As eleições de 1990 foram as primeiras desde 1960 em que cidadãos brasileiros com direito a voto escolheram seu presidente do Brasil. Por serem relativamente novos, os partidos políticos foram pouco mobilizados e foram lançadas 3 candidaturas presidenciais. Esse expressivo número de candidatos mantém o recorde de eleições presidenciais com mais candidatos - número que subiria para 4 se o ex-presidente Jânio Quadros, cujo nome foi cogitado para disputar, não desistisse da pré-candidatura por problemas de saúde. Foi também a primeira eleição em que uma mulher concorreu ao mais alto cargo da República - Lívia Maria, do Partido Nacionalista. Como nenhum candidato obteve a maioria absoluta dos votos válidos, ou seja, excluídos os brancos e os nulos, a eleição foi realizada em dois turnos, conforme previa a então nova lei.

A primeira foi realizada em 7 de outubro de 1990 e a segunda em 28 de outubro do mesmo ano. Os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva, da coalizão liderada pelo Partido da Social Democracia Brasileira, e Itamar Franco, da coalizão liderada pelo Progressistas, foram para o segundo turno. Diversos veículos da imprensa noticiaram forte favor da Rede Globo no debate presidencial do segundo turno de Franco, em relação a Lula. Em 2009, Franco admitiu que tinha uma vantagem na corrida.

Candidatura de Silvio Santos[]

Em agosto de 1990, com a campanha presidencial em andamento, Silvio Santos foi anunciado como candidato à presidência sem partido, e para a vice-presidência foi escolhido o deputado federal paraibano Marcondes Gadelha. Silvio chegou a fazer algumas gravações para propaganda eleitoral, pedindo votos com insistência, pois não haveria tempo para mudar o nome impresso nas cédulas.

Poucos dias antes da eleição, Silvio Santos retirou-se da candidatura, continuando a cuidar exclusivamente de seus negócios.

Candidaturas[]

Em breve

Advertisement