História alternativa Wiki
Advertisement
‹ 2018 • Bandeira da França (Universo 26)             
Eleição parlamentar da França em 2023
4 de março de 2023
Participação
  
70.3 % Green Arrow Up 3.9 %

Resultados
Logo do Renascimento (Universo 26)
Renascimento
Votos 20 039 203  
Assentos obtidos 322 Aumento  
Senadores obtidos 118 Aumento  
  
45.15 %
Logo da PS França (Universo 26)
Partido Socialista
Votos 8 694 120  
Assentos obtidos 138 Baixa  
Senadores obtidos 38 Baixa  
  
19.59 %
Lightblue flag waving
Partido Republicano
Votos 6 712 330  
Assentos obtidos 66 Baixa  
Senadores obtidos 26 Baixa  
  
15.12 %
Logo alternatif Rassemblement national 2018
Reagrupamento Nacional
Votos 2 958 422  
Assentos obtidos 37 Aumento  
Senadores obtidos 7 Aumento  
  
6.67 %
Blue flag waving
Agir!
Votos 2 116 923  
Assentos obtidos 30 Aumento  
Senadores obtidos 5 Aumento  
  
4.77 %

Assembleia da República
Eleições parlamentares da França em 2023 (Universo 26)

Senado
Eleições parlamentares da França em 2023 (Universo 26)

As eleições parlamentares da França ocorreram em 4 de março de 2023 para a composição da Assembleia da República Francesa por um mandato de 5 anos.

O Renascimento (RE) mesmo sendo o maior partido da assembleia e pelo senado, possuía muitas dificuldades em passar as suas reformas e leis que pretendia colocar. Durante a crise dos combustíveis de 2021-22, o governo rapidamente implementou políticas para amenizar a situação e tentou passar uma lei que regulamentava as escassez dos combustíveis, algo aceito por boa parte da população, contudo a lei não foi passada pela assembleia e o presidente acabou por culpar os deputados que votaram contra, afirmando que ''estavam atrasando o progresso do país''. O parlamento em resposta, tentou passar o processo de impeachment contra o presidente, justificando ''falta de competência no cargo'', o processo acabou por ser apoiado pelo primeiro-ministro francês. O governo respondeu que iria renovar o parlamento caso esse processo passasse pelo senado. O processo não foi passado pelo senado por 10 votos e o presidente se manteve mesmo com a crise política que vigorava o país.

O partido do governo do presidente ganhou mais de 322 assentos pela assembleia e mais 118 pelo senado, conquistando as duas maiorias absolutas nas duas câmaras. Os partidos tradicionais, Partido Socialista e o Partido Republicano juntos perderam mais de 150 na assembleia e 50 no senado, um resultado desastroso para os dois partidos. Assim como seu partido aliado, o Agir! de cunho conservadorismo liberal ganhou 10 assentos e 2 senadores, ampliando ainda mais a coalizão do partido governante.

A gigante vitória do Renascimento mostrou o sucesso de sua campanha anti-PS e anti-PR, mostrando que ambos os partidos de oposição estavam dificultando a sua governabilidade e o seu trabalhado durante a crise dos combustíveis, o que aumento ainda mais o descontamento entre os dois partidos e o Renascimento conseguiu convencer e ampliar ainda mais eleitores.

Após os resultados, o líder e fundador do Renascimento, Eric Jacques, foi escolhido pelo presidente francês para servir ao cargo de primeiro-ministro e por uma votação da assembleia, com 378 votos, foi oficialmente nomeado como primeiro-ministro e tomou posse no mesmo dia, tornando-se o primeiro primeiro-ministro do partido a exercer esse cargo.

Contexto[]

Crise dos Combustíveis (2021-2022)[]

Processo de Impeachment do presidente e a crise política[]

Devido as fortes crises entre o Primeiro-Ministro, Jean Poursinoff e o presidente, Jean Poursinoff, O então Partido Republicano, partido do primeiro-ministro elaborou uma tentativa para tirar o presidente, alegando ser o responsável pela crise que o país está vivendo e logo em seguida por ''Má gestão''. O histórico rival do partido, Partido Socialista (PS) entrou no processo apoiando essa decisão, mostrando uma certa aproximação dos dois partidos em tantas décadas.

O processo de impeachment poderia facilmente ser aprovado apenas com os votos do PS e PR, que somariam mais de 300 assentos. Essa decisão do processo apesar de poder ter uma grande avanço até o impeachment, foi vista como impopular e golpista para boa parte da população, principalmente para eleitores do RE que realizaram grandes protestos contra o PR e PS, descrevendo-os como ''golpistas''.

O presidente francês, Jean Hollanter, ameaçou aos parlamentares do PR e PS, alegando que poderia inovar o parlamento e convocar novas eleições caso esse processo for aceito e devido a rápida queda dos dois partidos, isso futuramente poderia ser prejudicial. A ameaça deu certo, visto que dois dias depois, o congresso revogou o pedido.

Resultados[]

Assembleia da República[]

Assembleia da República Francesa em 2023 (Universo 26)
Partido Votos % Depultados +/-
Renascimento 20,039,203
45,1 / 100
322 / 588
Partido Socialista 8,694,120
19,5 / 100
88 / 588
Partido Republicano 6,712,330
15,1 / 100
68 / 588
Reagrupamento Nacional 2,958,422
6,6 / 100
37 / 588
Agir! 2,116,923
4,7 / 100
30 / 588
Força Democrática 1,748,444
3,9 / 100
23 / 588
Partido Comunista Francês 1,239,200
2,7 / 100
20 / 588
Outros 871,239
1,9 / 100
0 / 100
Total 44,379,881 100,0% 588


Senado[]

Senado da França em 2023 (Universo 26)
Partido Votos % Depultados +/-
Renascimento 19,328,133
47,5 / 100
118 / 200
Partido Socialista 7,775,128
19,1 / 100
38 / 200
Partido Republicano 6,018,233
14,7 / 100
26 / 200
Reagrupamento Nacional 2,212,932
5,4 / 100
7 / 200
Agir! 1,998,412
4,9 / 100
5 / 200
Força Democrática 1,482,120
3,6 / 100
4 / 200
Partido Comunista Frances 985,122
2,4 / 100
2 / 200
Outros 888,954
2,1 / 100
0 / 100
Total 40,689,034 100,0% 588
Advertisement