História alternativa Wiki
Advertisement
República Esplanadense
Bandeira Brasão
Lema: 
Ordem e Trabalho
CapitalLetícia
Povoado mais populoso Cidade de Miranda
Línguas oficiais Nenhuma a nível federal
Gentílico esplanadense
Governo República federal parlamentarista de regime bipartidário
 -  Presidente Flávio Mirantes
 -  Primeiro-ministro vago
 -  Presidente da Assembleia Federal vago
 -  Presidente do Tribunal Federal Esplanadense Plácida Batista
Legislatura Parlamentarista
 -  Câmara alta Tribunal Federal Esplanadense
 -  Câmara baixa Assembleia Federal
Independência da Espanha 
 -  Estabelecimento 17 de dezembro de 1821 
 -  Primeira Monarquia Esplanadense 3 de novembro de 1904 
 -  Revolução Chavista 2 de fevereiro de 1999 
 -  Segunda Monarquia Esplanadense 12 de maio de 2013 
 -  Plebiscito de 2019 14 de outubro de 2019 
Área
 -  Total 2,387,346 km2 
1 sq mi 
População
 -  2020 (estimativa) 83.633.598 
 -  Density 35/km2 
90,6/sq mi
PIB (PPP) 2019 (estimativa)
 -  Total US$ 1.052 trilhões 
 -  Per capita US$ 42.503 
IDH (2019) 0,752 (alto) 
Moeda Sol esplanadense (🌣)
Time zone (UTC-4 a UTC -5
(oficial: UTC -4)
Cód. Internet .ep
Cód. Telefônico +599

A Esplanada (pronunciado em espanhol: [ɛsplaˈnaða]; pronunciado em português brasileiro: [iʃplɐˈnadɐ]), oficialmente República Esplanadense, é um país localizado na América do Sul, constituído da antiga República de Nova Granada + os países da Venezuela e Equador. Seu governo atualmente é uma república, a qual foi estabelecida em 2019, após plebiscito nacional obrigatório. O país faz fronteira com o Mar do Caribe ao norte, Costa Rica e Oceano Pacífico a oeste, ao leste com Brasil, ao nordeste com Guiana, e ao sul com o Peru. Esplanada é o 2° país mais populoso que fala língua espanhola, atrás somente do México, e o 2° maior de língua portuguesa, atrás somente do Brasil. O país também é o 20° país mais populoso do mundo, a frente de Tailândia e Reino Unido, e atrás de Alemanha e Irã.

A variedade do país em termos de biodiversidade é uma das maiores do mundo, considerado um país megadiverso, sendo que o território abrange a floresta Amazônica, pastagens tropicais, as praias do Caribe e Oceano Pacífico, além de ter várias espécies endêmicas, sendo sua maioria nas Ilhas Galápagos. Também é dona de uma grande reserva de petróleo, fazendo da estatal PetroEspla ser uma das maiores estatais de petróleo do mundo. O clima varia, sendo composta de áreas tropicais, até areas montanhosas. A população é composta em sua maioria de mestiços de índios e europeus, e população negra, provavelmente descendentes de africanos.

Esplanada foi estabelecida em 1821, após independência do território espanhol na América. Foi uma república até 1904, quando um golpe monárquico retirou o então governo do poder, e anexou os países que saíram da união por volta de 1890 (Equador 1891; Venezuela 1897; Panamá; 1903). A Primeira Monarquia Esplanadense foi o governo do país até 1999, quando o então general Hugo Chavez, derrubou o estado e começou sua revolução pelo país. Após morte de Chavez em 2013, os monárquicos derrubam o estado mais uma vez, restaurando então a monarquia, intitulada Segunda Monarquia Esplanadense, que durou até 2019, após manifestações pressionarem o governo a abrir um plebiscito para escolher o modelo de governo. Isso causou o assassinato do rei Henrique III em 2019.

Atualmente, o sistema político do país é comandado por Flávio Mirantes, eleito em 2021. Os cargos de primeiro-ministro e presidente da Assembleia Federal estão vagos, devido a saida de seus ocupantes. A atual presidente do Tribunal Federal Esplanadense, considerada a "câmara alta" do governo é Plácida Batista, empossada em 2022. O país adotou o sistema bipartidário por tempo indeterminado, sendo os atuais partidos do país o LPP (Liberdade Para o Povo), partido do 1° presidente Felipe Vitarella, e o PT (Partido do Trabalho), que se auto-intitula dissidente do PSUE (Partido Socialista Unificado de Esplanada)


Advertisement