FANDOM


As eleições gerais de 1936 na Espanha estiveram entre as mais tensas de todos tempos. Tanto o bloco nacionalista quanto a Frente Popular estavam se preparando para o pior. O resultado das urnas não importaria. Porém, um incidente entre uma facção comunista com um grupo anarquista fez com que a frente popular tivesse uma divisão no final da campanha. Muitos anarquistas preferiram opção de não votar.

Isso gerou uma vitória apertada para o bloco nacionalista, que continuou no poder. Porém, com isso seria inevitável o surgimento de uma guerra civil por causa das tensões. Temendo por isso, um grupo de militares conhecidos como o “Clube dos Oito” aplicou o golpe militar de 1936, instalando uma economia corporativista com uma forte mão do estado. A estratégia era criar o clima econômico de apaziguamento. Com isso, agradar-se-ia parte dos grupos da esquerda moderada, além de criar cabides de empregos para oferecer às pessoas que apoiassem o novo regime.

Após o primeiro dia, parecia que objetivo de evitar a guerra civil com o golpe militar se encontrava distante. Mesmo com forças militares conseguindo evitar protesto e o levante de barricadas em parte da Espanha, era visível que alguns parques industriais estavam sob mãos de grupos esquerdistas prontos para declarar a revolução na Espanha.

Porém, um grupo de inteligência do exército espanhol, criado em segredo dois anos antes do golpe, pôs um fim à tensão de uma guerra civil total. O objetivo dessa força não era prender ou assassinar líderes revolucionários, mas fazer com que eles fossem um contra ou outro em uma estratégia de dividir e conquistar através de uma guerra pelo poder entre grupos de esquerda.

Esse conflito interno para garantir a “pureza” da revolução enfraqueceu as forças esquerdistas, enquanto golpistas preparavam seu exército para avançar sobre seus alvos e cerca-los. Então, com a ofensiva janeiro de 1937, foram criados bolsões de resistência de diversos grupos separados.

No campo de batalha, esses grupos foram esmagados por manobras de cerco e ataques de artilharia antes de ataque de assalto concentrado em posições fragilizadas dos inimigos. Porém, nas grandes cidades, onde a resistência deveria ser casa a casa, houve uma tentativa de negociar com diversos grupos mais moderados, principalmente aqueles que tinham controle de cidades industriais. Para o que cederam a essa tentação, o Clube dos Oito realizou assassinatos secretos que aparentavam acidentais. Às cidades que não cediam levaram um banho de sangue.

Esses conflitos começaram a enfraquecer o governo em relação aos grupos esquerdistas que já tinham aderido, além de ter comprometido parte do orçamento nacional com gastos militares. Isso causou a queda do regime militar em 1938. Porém, foi iniciado o regime autoritário onde havia grande parte dos poderes concentrada no cargo do presidente, ao ponto que ele comandava os outros poderes do governo.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.