FANDOM


Diversos monarcas governaram o território que hoje corresponde ao Brasil Continental, desde seu descobrimento em 22 de abril de 1500, no entanto, com a oficialização da independência política do Brasil em 1822, o país passou a ser um Estado soberano governado por um Imperador.

O Imperador brasileiro é, oficialmente, o Chefe de Estado do Brasil, além de exercer influência política por meio do Poder Moderador. Desde a independência, o Brasil já possuiu 5 monarcas, o que é um número muito baixo considerando outras monarquias do mundo, entretanto, além de o país possuir um monarca independente da Coroa Portuguesa apenas desde 1822, um período relativamente curto, os monarcas brasileiros possuem, em geral, reinados longos, o que reduz o número de integrantes do trono.

Oficialmente, o tratamento oficial do monarca é: "Pela Graça de Deus e Unânime Aclamação dos Povos, Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil". O estilo "Dom" para o monarca masculino e "Dona" para a feminina é uma diferenciação que foi mantida, não apenas para o monarca mas também para os membros da Família Imperial no geral, com uma maneira manter as origens portuguesas do Brasil, como uma característica da mistura étinica e cultural do país.

Os monarcas brasileiros, desde 1822, foram:

Nome Retrato Brasão

Período de Vida

Reinado

Casamento

Descendência legítima

D. Pedro I

O Libertador

Dom-pedro
Grandes armas do Brasil

12 de outubro de 1798

-

24 de setembro de 1834

1º Dona Maria Leopoldina da Áustria

7 filhos

-

2º Dona Amélia de Leuchtenberg

1 filha

7 de abril de 1831

-

5 de dezembro de 1891

D. Pedro II

O Magnânimo

D-pedro-ii-em-retrato-do-pintor-delfim-da-camara-em-1875-1432230312732 200x285
110px-Coat of arms of the Empire of Brazil.svg

2 de dezembro de 1825

-

5 de dezembro de 1891

Dona Teresa Cristina das Duas Sicílias

4 filhos

7 de abril de 1831

-

5 de dezembro de 1891

Dona Isabel I

A Redentora

D.isabel
110px-Coat of arms of the Empire of Brazil.svg

24 de julho de 1846

-

14 de novembro de 1921

D. Gastão de Orléans, Conde d'Eu

4 filhos

5 de dezembro de 1891

14 de novembro de 1921

D. Pedro III

O Patriota

Dom Pedro Henrique de Orléans e Bragança
110px-Coat of arms of the Empire of Brazil.svg

13 de setembro de 1909

-

5 de julho de 1981

Dona Maria Isabel da Baviera

12 filhos

14 de novembro de 1921

-

5 de julho de 1981

D. Luís II

O Literato

D. Luiz
110px-Coat of arms of the Empire of Brazil.svg

6 de junho de 1938

-

Dona Josefa Maria da Prússia

3 filhos

5 de julho de 1981

-

atualidade

Na escolha de seu nome de monarca, D. Luís II optou por manter a tradição da Dinastia de Bragança em utilizar seu primeiro nome de batismo como o oficial. Entretanto, a condição "segundo" pode ser, inicialmente, tida como errada, já que não houve um "D. Luís I" na história brasileira. O atual monarca do Brasil justificou, contudo, a escolha de "D. Luís II" como nomenclatura oficial em honra à memória de D. Luís de Orléans e Bragança, o qual teria sido imperador brasileiro, não fosse por sua bravura em lutar na Primeira Guerra Mundial, onde acabou, tragicamente, morrendo em 1920, não podendo assim se tornar monarca antes do falecimento de sua mãe, Dona Isabel l, em 1921. 

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.