História alternativa Wiki
Advertisement
Partido Liberal
Líder Fernando Haddad
Presidente Nelson Marchezan Jr.
Fundado em 1831
Sede Rio de Janeiro, GB
Brasília, DI
Publicação Tribuna Liberal
Ala juvenil Juventude Liberal
Membros  (2022) 2 189 641
Ideologia Liberalismo social
Liberalismo econômico
Facções:
Social democracia
Nacional liberalismo
Conservadorismo liberal
Espectro político Centro
Facções:
Centro-esquerda à centro-direita
Afiliação nacional Bloco Mudança e União
Afiliação internacional Internacional Democrata Centrista
Cores      Dourado (comum)
     Branco
Senadores (2023)
12 / 63
Deputados federais (2023)
98 / 513
Presidentes (2023)
6 / 28

O Partido Liberal (PL) é um partido político brasileiro de centro, com facções de centro-esquerda e centro-direita. Fundado em 1831, é um dos dois partidos mais antigos em atividade no Brasil, o outro sendo seu rival, o Partido Conservador. Com mudanças frequentes ao decorrer dos anos, o partido atualmente adota as bandeiras do liberalismo social e econômico, tendo como símbolo as cores dourada e branca.

Fundado em 1831, o Partido Liberal rivalizou ao longo do século XIX com o Partido Conservador, durante mesmo a época da Liga Progressista. Com o fim da guerra civil, o Partido Liberal foi convocado por Dona Isabel, em sua maioria, redigir a Constituição de 1893. Durante o século XX, viu-se a emergência de novos partidos rivalizando no poder, especialmente os partidos Progressista e Trabalhista durante o reinado de Luís I. Após um período de relativa baixa popularidade, a imagem do Partido Liberal seria revitalizada no cenário político nacional durante a década de 1970 sob a liderança do Primeiro-ministro Tancredo Neves.

Na atualidade, o Partido Liberal é o segundo maior partido no Brasil em número de filiados, perdendo apenas para o Partido Progressista. Geralmente é considerado o partido representante das classes médias urbanas, do setor industrial, empresários, e profissionais de colarinho-branco. Sua maior base eleitoral é localizada no estado de São Paulo, onde tem se consolidado tanto como líder do governo na região, como membro de coalizões governistas.

História[]

Ideologia[]

Organização[]

Facções[]

O Partido Liberal consiste em três facções principais, sendo todas seguindo determinados preceitos do liberalismo econômico. A maior delas é a de centro, que defende a implementação de políticas como a redução da despesa pública e a austeridade fiscal, também como uma maior ênfase na liberdade civil e defesa dos direitos humanos. A facção mais à direita defende políticas mais protecionistas em relação à empresas estrangeiras, buscando a soberania nacional de empresas do país, não se opondo à privatização e em reforçar o papel do setor privado na economia. A facção mais à esquerda é a mais recente, que é mais favorável na manutenção do estado de bem-estar social, e a necessidade de atender e defender as vontades e liberdades individuais do cidadão.

Geralmente, o Partido Liberal foi formado pela fusão de liberais dissidentes, liberais exaltados e aqueles contra as políticas regressistas do Partido Conservador. Eles geralmente representavam os interesses das classes urbanas, em contraparte ao Partido Conservador. Com a modernização do sistema partidário com a constituição de 1893, o partido começou a dividir-se em facções, entre os que favoreciam a abertura do mercado brasileiro e o laissez-faire, e os protecionistas, que defendiam os interesses do empresariado nacional. Essas duas alas dariam origem ao atual centro e a direita do partido, respectivamente. As agremiações mais à esquerda surgiriam durante o governo de Tancredo Neves, e sua sucessão com Franco Montoro. O Primeiro-ministro Fernando Haddad é considerado um nome da ala.

Lideranças[]

Líderes do Partido Liberal desde 1889[]

Primeiros-ministros[]

Nome Retrato Origem Período(s)
Afonso Celso Visconde de Ouro Preto Minas Gerais 1889–1896; 1899–1902
Afonso Pena Afonso Pena Minas Gerais 1907–1909
Ruy Barbosa Ruy Barbosa Bahia 1909–1915
Afonso Pena, Jr. Afonso Pena Júnior em novembro de 1922 Minas Gerais 1928–1931
Otávio Mangabeira Otávio Magabeira Bahia 1941–1945
Juscelino Kubitschek Juscelino Kubistchek Minas Gerais 1954–1959
Tancredo Neves Tancredo3 Minas Gerais 1971–1972; 1973–1981
Franco Montoro Franco Montoro São Paulo 1981–1986
Márcia Kubitschek MárciaKubitschek Minas Gerais 1986
Antônio Paes de Andrade Antonio Paes de Andrade (cropped) Ceará 1986
José Serra Serra02032007 São Paulo 2011–2014
Ana Amélia Lemos Ana Amélia Lemos em junho de 2019 (recorte) Rio Grande do Sul 2019–2023
Fernando Haddad Fernando Haddad posse min. da Fazenda São Paulo 2023–presente

Desempenho eleitoral[]

Controvérsias[]

Advertisement