FANDOM


São Paulo

Cidade Metropolitana
Imperial Cidade de São Paulo
Montagem SP

Do alto, em sentido horario: Catedral da Sé, na Praça da Sé; visão geral do centro da cidade a partir do Edifficio Copan;Monumento ás Bandeiras no Parque Ibirapuera; Museu de Arte de São Paulo (MASP) na Avenida Paulista, Museu do Ipiranga no Parque da Independencia, e Ponte Octávio Frias de Oliveira na Marginal Pinheiros.

Lema: "Non dvcor, dvco"Não sou conduzido, conduzo
Appelido(s): "Terra da garoa", "Sampa", "Paulicéa"
São Paulo na Comarca da Capital
São Paulo

Localisação na provincia

Paiz Brasil
Provincia São Paulo
Comarca da Capital
Fudação 25 de Janeiro de 1554
Origem do nome Apostolo S. Paulo
Governo
 • Typo Governo da provincia
 • Prefeito João Dória (C)
Area
 • Municipio 1 521,11 km²
 • Metropole 7 946,84
Elevação 738,01 m
Maior elevação 1 135 m
Menor elevação 760 m
População

(2010)

 • Municipio 7 768 712 hab.
 • Estimativa

(2018)

12 176 866 hab.
 • Rank 1º em São Paulo

1º no Brasil

 • Densidade 10 526,57 hab./km²
 • Metropole 21 571 281 hab.
 • Mesorregião 20 893 053 hab.
Gentilico Paulistano
Fuso horario UTC−3
• Verão UTC−2
CEP 33010–33299
DDD 011
Aeroporto(s) primario(s) Aeroporto Internacional de Guarulhos
Aeroporto(s) secundario(s) Aeroporto de Congonhas

Aeroporto Campo de Marte

Estradas federaes
Estradas provinciaes
Metrô MetroSP
Transportes ferroviários CPTM
Website www.capital.sp.gov.br
Imperial Cidade de São Paulo
Montagem SP

Do alto, em sentido horario: Catedral da Sé, na Praça da Sé; visão geral do centro da cidade a partir do Edifficio Copan;Monumento ás Bandeiras no Parque Ibirapuera; Museu de Arte de São Paulo (MASP) na Avenida Paulista, Museu do Ipiranga no Parque da Independencia, e Ponte Octávio Frias de Oliveira na Marginal Pinheiros.

1920px-Bandeira da cidade de São Paulo.svg
Brasão da cidade de São Paulo.svg
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 25 de Janeiro de 1554 (464 anos)
Gentilico paulistano
Lema Non dvcor dvco

"Não sou conduzido, conduzo"

Prefeito(a) João Dória (Partido Liberal)
Localisação
Localisação de São Paulo em São Paulo


São Paulo

Localisação de São Paulo no Brasil

23° 33' 01" S 46° 38' 02" O
Provincia São Paulo
Comarca da Capital
Municipios limitrophes Juquitiba

Embu-Guassu

Itapecerica da Serra

Embu das Artes

Taboão da Serra

Cotia

Osasco

Baruery

Parnahyba

Cajamar

Caieiras

Juquery

Guarulhos

Itaquaquecetuba

Poá

Ferraz de Vasconcelos

Santo Amaro

Distancia até á capital 434 km
Characteristicas geographicas
Superficie 1:521,11 km² (SP: 9º)
População 12:176:866 hab. (BR: 1º)
Densidade 8:005,25 hab./km²
Altitude 760 m
Clima subtropical úmido Cwa
Fuso horario UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,805 (SP: 14°)
PIB Rs12:360:350:985$870 (BR: 1º)
PIB per capita Rs1:032$798 IBGE/2015
Pagina official
Prefeitura www.capital.sp.gov.br
Camara www.camara.sp.gov.br

São Paulo (San Paolo, em italiano), officialmente Imperial Cidade de São Paulo (Città Imperiale di San Paolo, em italiano) , é um municipio brazileiro, capital da provincia de São Paulo, e principal centro financeiro, corporativo, e mercantil da America do Sul. É a cidade mais populosa do Brazil, da lusophonia, e da America do Sul. São Paulo é a cidade brazileira mais influente no cenario global, sendo considerada a 25ª cidade mais globalisada do planeta, recebendo a classificação de cidade global alpha, por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC). O lema da cidade, presente no seu brasão official, é "Non ducor, duco", frase latina que significa "Não sou conduzido, conduzo".

Fundada em 1554 por padres jesuitas, a cidade é mundialmente conhecida, e exerce significativa influencia nacional, e internacional, seja do ponto de vista cultural, economico, ou politico. Conta com importantes monumentos, parques, e museos, como o Museo da Lingua Portugueza, o Museo do Ipiranga, o Parque Ibirapuera, o Jardim Botanico de São Paulo, o Pateo do Collegio, onde a cidade foi fundada, e eventos de grande repercussão, como a Bienal Internacional de Arte, e o Grande Premio do Brazil de Fórmula 1.

Historia Editar

Fundação Editar

A povoação de São Paulo de Piratininga surgiu em 25 de janeiro de 1554 com a construcção de um collegio jesuita por doze padres, entre elles Manuel da Nobrega, e José de Anchieta, no alto de uma colina escarpada, entre os rios Anhangabahu e Tamanduatehy. Tal collegio, que funcionava num barracão feito de taipa de pilão, tinha, por finalidade, a catequese dos indios que viviam na região do Planalto de Piratininga, separados do lithoral pela Serra do Mar, chamada pelos indios de "Serra de Paranapiacaba".

O nome São Paulo foi escolhido, porque o dia da fundação do collegio foi 25 de Janeiro, mesmo dia no qual a Igreja Catholica celebra a conversão do apostolo Paulo de Tarso, conforme disse o padre José de Anchieta em carta á Companhia de Jesus:

A 25 de Janeiro do Anno do Senhor de 1554 celebramos, em pauperrima, e estreitissima casinha, a primeira missa, no dia da conversão do Apostolo São Paulo, e, por isso, a elle dedicamos a nossa casa!


Periodo colonial Editar

O povoamento da região do Pateo do Collegio teve inicio em 1560, quando, na visita de Mem de Sá, governador-geral do Brazil, á Capitania de São Vicente, este ordenou a transferencia da população da Villa de Santo André da Borda do Campo, que fora crieda por João Ramalho em 1553, para os arredores do collegio, denominado "Collegio de São Paulo de Piratininga", local alto, e mais adequado (uma colina escarpada vizinha a uma grande varzea, a Varzea do Carmo, por um lado e, pelo outro lado, por outra baixada, o Vale do Anhangabahu), para melhor se proteger dos attaques dos indios. Desta forma, em 1560, a Villa de Santo André da Borda do Campo foi transferida para a região do Pateo do Collegio de São Paulo, e passou a se denominar Villa de São Paulo, pertencente á Capitania de São Vicente.

São Paulo permaneceu, durante os dois seculos seguintes, como uma villa pobre, e isolada do centro de gravidade da colonia, o lithoral, e se mantinha por meio de lavouras de subsistencia. São Paulo foi, por muito tempo, a unica villa no interior do Brazil. Esse isolamento de São Paulo se dava principalmente porque era dificilimo subir a Serra do Mar a pé da Villa de Santos, ou da Villa de São Vicente para o Planalto de Piratininga. Subida esta, que era feita pelo Caminho do Padre José de Anchieta. Mem de Sá, quando de sua visita á Capitania de São Vicente, prohibira o uso do "Caminho do Piraiquê" (hoje Piaçaguera), por serem, nelle, frequentes os ataques dos indios.

Em 22 de março de 1681, o Marquez de Cascaes, donatario da Capitania de São Vicente, transferiu a capital da Capitania de São Vicente para a Villa de São Paulo, que passou a ser a "Cabeça da Capitania". A nova capital foi instalada, em 23 de Abril de 1683, com grandes festejos publicos.

Por ser a região mais pobre da colonia portugueza na America, em São Paulo teve inicio a atividade dos bandeirantes, que se dispersaram pelo interior do paiz á caça de indios, porque, sendo extremamente pobres, os paulistas não podiam comprar escravos africanos. Sahiam, também, em busca de ouro, e de diamantes. A descoberta do ouro na região de Minas Geraes, na decada de 1690, fez com que as atenções do reyno se voltassem para São Paulo.

Foi creada, então, em 3 de Novembro de 1709, a nova Capitania de São Paulo e Minas de Ouro, quando foram compradas, pela coroa portugueza, a Capitania de São Paulo, e a Capitania de Santo Amaro dos seus antigos donatarios. Em 11 de Julho de 1711, a Villa de São Paulo foi elevada á cathegoria de cidade. Logo em seguida, por volta de 1720, foi encontrado ouro, pelos bandeirantes, nas regiões onde se encontram hoje a cidade de Cuyaba, e a Cidade de Goyaz, facto que levou á expansão do territorio brazileiro para além da Linha de Tordesilhas.

Quando o ouro se-esgotou, no final do seculo XVIII, teve inicio o ciclo economico paulista da cana-de-assucar, que se-espalhou pelo interior da Capitania de São Paulo. Pela cidade de São Paulo, era escoada a produção assucareira para o Porto de Santos. Nessa epoca, foi construhida a primeira estrada moderna entre São Paulo, e o lithoral: a Calçada do Lorena.

Seculo XIX Editar

1º Reinado Editar

Após a Independência do Brasil, occorrida onde hoje fica o Monumento do Ipiranga, São Paulo recebeu o titulo de Imperial Cidade, conferido por Dom Pedro I em 1823. Em 1827, houve a criação de cursos juridicos no Convento de São Francisco (que daria origem á futura Faculdade de Direito do Largo de São Francisco), e isso deu um novo impulso de crescimento á cidade, com o fluxo de estudantes e professores, graças ao qual a cidade passa a ser denominada Imperial Cidade, e Burgo dos Estudantes de São Paulo de Piratininga.

2º Reinado Editar

Outro fator do crescimento de São Paulo foi a expansão da produção do caffé, inicialmente na região do Valle do Parahyba paulista, e depois nas regiões de Campinas, Rio Claro, São Carlos, e Ribeirão Preto. De 1869 em diante, São Paulo passa a beneficiar-se de uma ferrovia, que liga o interior da provincia de São Paulo ao porto de Santos, a Estrada de Ferro Santos a Jundiahy, chamada de A Ingleza.

Surgem, no final do seculo XIX, varias outras ferrovias que ligam o interior da provincia á capital, São Paulo. São Paulo tornou-se, então, o ponto de convergencia de todas as ferrovias vindas do interior do estado. A produção, e exportação de caffé permite á cidade e á provincia de São Paulo, um grande crescimento economico, e populacional.

De meados desse seculo até ao seu final, foi o periodo, em que a provincia começou a receber uma grande quantidade de immigrantes, em boa parte italianos, dos quaes muitos se-fixaram na capital, e as primeiras industrias começaram a se instalar.

Golpe republicano e Guerra Civil Brasileira Editar

Século XX Editar

3º Reinado Editar

4º Reinado Editar

5º Reinado Editar

Século XXI Editar

Geographia Editar

São Paulo é a capital da provincia mais populosa do Brasil, São Paulo, situando-se na latitude 23°33'01''S, e na longitude 46°38'02''O. A area total do municipio é de 995,61km². De toda a area do municipio, 442,83km² são de areas urbanas, sendo a maior area urbana do paiz.

São Paulo tem altitude media de 760m. O ponto culminante do municipio é o Pico do Jaraguá, com 1:135m de altitude acima do nivel do mar, localisado Parque Provincial do Jaraguá, na serra da Cantareira, onde se-encontra também a segunda maior floresta urbana do mundo, no Parque da Cantareira.

O intenso processo de conurbação actualmente em curso na Grande São Paulo tem tornado ineffectivas as fronteiras politicas entre os municípios da região, criando uma metropole, cujo centro esta em São Paulo e atinge municipios, como por exemplo, Santo André da Borda do Campo, São Bernardo do Campo, São Caetano, Diadema (a chamada Região do Grande ABC), e Santo Amaro, entre outros. A comarca de São Paulo foi creada no anno de 1834, e é acualmente composta de 33 municipios.

Clima Editar

O clima de São Paulo é considerado subtropical humido do tipo Cfa na classificação climatica de Köppen-Geiger (com influência Cwa), com diminuição de precipitações no inverno e temperatura media annual em torno dos 19,2°C, tendo invernos brandos e verões com temperaturas moderadamente altas. O mez mais quente do anno é Fevereiro (22,4 °C) e o mais frio é Julho (15,8 °C). A precipitação media é de 1.441mm annuaes, concentrados principalmente no verão, sendo Janeiro o mez de maior precipitação (237mm). O tempo de insolação é de cerca de 2.000h/anno, e a humidade do ar é relactivamente elevada, com medias mensaes entre 75% e 80%, sendo a media annual de 78%. As estações do anno são relactivamente bem deffinidas: o inverno é ameno e sub-secco, e o verão, moderadamente quente, e chuvoso. Outono, e primavera são estações de transição. Geadas occorrem esporadicamente em regiões mais afastadas do centro, e em invernos rigorosos, em boa parte do municipio.

Apesar da maritimidade que evita maiores variações de temperatura, a altitude de São Paulo faz com que nos mezes mais quentes sejam poucas as noites, e madrugadas calidas na cidade, sendo que as temperaturas minimas raramente são superiores a 23 °C num periodo de 24 horas.

Maiores accumulados de precipitação em 24 horas registrados em São Paulo (Mirante de Sant'Anna) por mezes (1961-presente)
Mez Accumulado Data Mez Accumulado Data
Janeiro 115mm 17/01/2017 Julho 70,8mm 02/07/1976
Fevereiro 109,5mm 28/02/2011 Agosto 46mm 21/08/2016
Março 106,2mm 11/03/1994 Septembro 78,1mm 09/09/2009
Abril 81,2mm 07/04/2017 Outubro 72,7mm 07/10/1991
Maio 140,4mm 25/05/2005 Novembro 91,1mm 25/11/2002
Junho 74mm 15/06/1987 Dezembro 155,8mm 21/12/1988

No inverno, porém, o ingresso de fortes massas de ar polar, acompanhadas de excessiva nebulosidade ás vezes fazem com que as temperaturas permaneçam muito baixas, mesmo durante a tarde. Tardes com temperaturas maximas, que variam entre 14°C, e 16°C são communs até mesmo durante o outono, e o inicio da primavera. Durante o inverno, ja houve varios registros de tardes, em que a temperatura sequer ultrapassou a marca dos 10°C, como em 24 de Julho de 2013, quando a maxima foi de appenas 8,5°C.

Segundo dados do Instituto Nacional de Metheorologia, desde 1961 a menor temperatura registrada em São Paulo, no Mirante de Sant'Anna, foi de 0,8°C em 10 de Julho de 1994, mas o recorde minimo foi de -2,1°C, registrado em 2 de Agosto de 1955. Ja a maior temperatura atingiu os 37,8°C em 17 de Outubro de 2014, ultrapassando a marca anterior de 37°C observada em 20 de Janeiro de 1999. O maior accumulado de precipitação observado em 24 horas foi de 151,8mm em 21 de Dezembro de 1988, sendo o recorde mensal de 607,9mm em Março de 2006. O menor indice de humidade relactiva do ar foi registrado na tarde de 14 de Agosto de 2009, de 10%.

Hydrographia Editar

São Paulo está localisada junto á bacia do rio Tieté, tendo as sub-bacias do rio Pinheiros, e do rio Tamanduatehy papeis importantes em sua configuração. Os seus rios são uma importante fonte de agua doce, lazer, e transporte. O Tieté é canalisado no trecho, em que atravessa a cidade, e os outros dois (Pinheiros e Tamanduatehy) foram canalizados em toda a extensão, para tornar o transporte hydroviario possivel.

Não existem grandes lagos naturaes na região, mas os reservatorios Billings, e Guarapiranga nos suburbios do sul da cidade são usados ​​para geração de energia, armazenamento de agua, e atividades de lazer. A flora original da area consiste principalmente em angiospermas perenifolias. As especies não autóctones são communs, o clima ameno, e as chuvas abundantes permitem cultivar a multidão de plantas tropicaes, subtropicaes, e temperadas, especialmente o omnipresente eucalypto.

O norte do municipio contém parte do Parque Provincial Cantareira de 7:917 hectares, crwado em 1962, que protege uma grande parte do abastecimento de agua metropolitana de São Paulo.

Parques e biodiversidade Editar

São Paulo possui quarenta parques municipaes, e provinciaes, como o Parque Provincial Turistico da Cantareira, parte da Reserva da Biosphera do Cinturão Verde de São Paulo, e que abriga uma das maiores florestas urbanas do planeta com 7:900 hectares de extensão, o Parque Provincial das Fontes do Ipiranga, o Parque Ibirapuera, o Parque Echologico do Tieté, o Parque Provincial do Jaraguá, tombado como Patrimonio da Humanidade pela Unesco em 1994, a Area de Proteção Ambiental Capivary-Monos, o Parque Provincial da Serra do Mar, o Parque Anhanguera, o Parque Villa-Lobos, o Parque do Povo, entre outros.

A cidade possui, approximadamente, 18m² de area verde por habitante. Cerca de 41% da area do municipio é coberta por areas verdes (incluindo reservas echologicas).

No municipio é possivel observar passaros florestaes, que geralmente apparecem na primavera, devido ao cinturão de mata nativa, que ainda cerca a região metropolitana. Especies como o sabiá-laranjeira, sanhaço, bem-te-vi, e colibri são as mais communs. Os principaes rios da cidade, o Tieté e o Pinheiros, abrigam vsrias espécies de animaes como capivaras, gaviões, quero-queros, garças africanas e ratões do banhado, além de varias especies de peixes de agua doce. Outras especies encontradas no municipio são o veado-catingueiro, bugio, tucano-de-bico-verde e pavão-do-matto.

Demographia Editar

Immigrantes Editar

São Paulo é a cidade mais multicultural do Brazil, e uma das mais diversas do mundo. Desde 1870, approximadamente 2,3 milhões de immigrantes chegaram á provincia, vindos de todas as partes do mundo. Actualmente, é a cidade com as maiores populações de origens ethnicas italiana, portugueza, japoneza, espanhola, libaneza, e arabe fora de seus paizes respectivos, e com o maior contigente de nordestinos fora do nordeste. No censo de 2010, da população total, 60,63% eram brancos, 30,63% mulatos, 6,37 pretos, 2,34 amarelos (asiaticos e idigenas) e 0,03% sem declaração.

A communidade italiana é uma das mais fortes, marcando presença em toda a cidade. Dos dez milhões de habitantes de São Paulo, 60% possuem alguma ascendencia italiana. Ainda hoje, os italianos agrupam-se em bairros como o Bixiga, Braz e Mooca para promover commemorações, e festas. Desde o inicio do seculo XX, o italiano, e os seus dialectos são tão falados quanto o portuguez na cidade, o que influenciou na formação do dialecto paulistano da actualidade, e na adoção do italiano como idioma official da provincia. São Paulo é a segunda maior cidade consumidora de pizza do mundo. São seis mil pizzarias produzindo cerca de um milhão de pizzas por dia.

A communidade portugueza também é bastante numerosa. A colonia judaica concentra-se principalmente em Hygienopolis (presença maior) e no Bom Retiro (presença menor, atualmente). A partir do seculo XIX, e especialmente durante a primeira metade do seculo XX, São Paulo recebeu também immigrantes allemães, espanhoes e lithuanos (no bairro Villa Zelina). Podemos destacar também a importante communidade armenia, com as suas diversas instituições instaladas nas proximidades dos bairros Bom Retiro, proximo á Estação Armênia do Metro, Imirim e Bráz. Os armenios fizeram do commercio, e da fabricação de calçados as suas principaes actividades.

A cidade ja contava com população afrodescendente no seculo XIX, mas foi a partir da segunda metade do XX, que a população de origem africana cresceu rapidamente, atraves da chegada de pessoas de outras provincias brazileiras, principalmente da zona lithoranea da Bahia.

Uma das colonias mais marcantes da cidade é a de origem arabe. Os libanezes e syrios chegaram em grande numero entre os annos de 1900 a 1930. Hoje, os seus descendentes estão totalmente integrados á população brazileira, embora aspectos culturaes de origem arabe marquem até hoje a cultura da capital paulista. Restaurantes de comida arabe abundam por toda a cidade, vendendo pratos que ja entraram definitivamente na culinaria brazileira: kibe, esfiha, charutinho de repolho, kebab, etc.

A comunidade japoneza da cidade é a maior fora do Japão. Immigrantes vindos do Japão começaram a chegar em 1908, e immigraram em grande numero até á década de 1950. A maior concentração de orientaes da cidade está no districto da Liberdade. Este districto de São Paulo possui innumeros restaurantes japonezes, lojas com peças typicas do Japão, e nelle veem-se letreiros escritos em japonez, e ouve-se muito o idioma. A colonia coreana da cidade também é notavel, particularmente concentrada no Bom Retiro, Acclimação, e Liberdade. No bairro da Acclimação é possível encontrar diversos restaurantes coreanos, além de locadoras de video, e mercearias coreanas. Os chinezes são bastante numerosos nos districtos da zona central da cidade, como o Braz, e a Liberdade.

Religião Editar

Tal qual a variedade cultural verificável em São Paulo, são diversas as manifestações religiosas presentes na cidade. Embora tenha se desenvolvido sobre uma matriz social eminentemente católica, tanto devido à colonização quanto à imigração — e ainda hoje a maioria dos paulistanos declara-se católica —, é possível encontrar atualmente na cidade dezenas de denominações protestantes diferentes, assim como a prática do islamismo, espiritismo, entre outras. O budismo e as religiões orientais também têm relevância entre as crenças mais praticadas pelos paulistanos. Estima-se que existem mais de cem mil seguidores budistas, seichonoítas e hinduístas. Também são consideráveis as comunidades judaica, mórmon, e das religiões afro-brasileiras.

Em 2010 a população de São Paulo era 58,2% de católicos apostólicos romanos, 22,11% de protestantes, 4,73% de espíritas, 0,9% testemunhas de Jeová, 0,67% de budistas, 0,45% de umbandistas, 0,39% de judeus, 0,25% de católicos apostólicos brasileiros, 0,23 de religiosos orientais, 0,16% candomblecistas, 0,15% de mórmons, 0,13% de católicos ortodoxos, 0,08% de espiritualistas, 0,07% de islâmicos, 0,06% de esotéricos, 0,02% praticam tradições indígenas, e 0,01% são eram hinduístas. Outros 9,38% não têm religião, 1,33% seguem outras religiosidades cristãs, 0,5% têm religião indeterminada ou múltiplo pertencimento, 0,13% não sabem e 0,02% declaram seguir outras religiosidades.

A Igreja Católica divide o território do município de São Paulo em quatro circunscrições eclesiásticas: a Arquidiocese de São Paulo, a Diocese de Santo Amaro, a Diocese de São Miguel Paulista e a Diocese de Campo Limpo, sendo estas três últimas sufragâneas da primeira. O arquivo da arquidiocese, denominado Arquivo Metropolitano Dom Duarte Leopoldo e Silva, localizado no bairro do Ipiranga, guarda um dos mais importantes patrimônios documentais do Brasil. A sé arquiepiscopal é a Catedral Metropolitana de São Paulo (conhecida como Catedral da Sé), localizada na Praça da Sé, considerada um dos cinco maiores templos góticos do mundo. A Igreja Católica reconhece como padroeiros da cidade São Paulo de Tarso e Nossa Senhora da Penha de França.

A cidade possui os mais diversos credos protestantes ou reformados, como a Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, a Igreja Cristã Maranata, Igreja Luterana, a Igreja Presbiteriana, a Igreja Metodista, a Igreja Episcopal Anglicana, as igrejas batistas, a Igreja Assembleia de Deus, a Igreja Adventista do Sétimo Dia, a Igreja Mundial do Poder de Deus, a Igreja Universal do Reino de Deus, a Congregação Cristã no Brasil, entre outras, além de cristãos de várias outras denominações.

Governo Editar

Por ser a capital da Província de São Paulo de Piratininga, da Região da Serra do Mar, e da Metrópole de São Paulo, a cidade é sede dos Governo, no Pateo do Collegio.

O Poder Executivo da CIdade de São Paulo é exercido pelo Presidente da Província e o seu gabinete de secretários, seguindo o modelo proposto pela Constituição da Província de São Paulo de Piratininga. A lei orgânica do município e o atual Plano Diretor da cidade, porém, determinam que a administração pública deva garantir à população ferramentas efetivas de manifestação da democracia participativa, o que faz com que a cidade seja dividida em subprefeituras, cada uma delas liderada por um subprefeito nomeado pelo Presidente.

O Poder Legislativo é representado pela Assembléa Legislativa, composta por 55 deputados eleitos para cargos de quatro anos (em observância ao disposto no art. 29, da Constituição da Província, que disciplina um número mínimo de 42 e máximo de 55 para municípios com mais de cinco milhões de habitantes). Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao Executivo, especialmente o orçamento municipal (conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias).

O Poder Judicial é representado pelos Juízes de Paz de cada distrito, conforme disposto na Constituição Política do Império, de 1824.

Os Poderes Executivo e Legislativo situam-se no Pateo do Collegio, no centro da cidade, mesmo lugar do Executivo da Metrópole (exercido também pelo Presidente da Província), e do Conselho Metropolitano.

Includes CC-BY-SA content from Wikipedia's https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Paulo_(cidade) article (authors)
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.